RADIO NOVO TEMPO

sexta-feira, 25 de julho de 2014

LIÇÃO 5: GRANDE HUMILDADE!

VERSO BÍBLICO: "Mas Ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: 'Deus Se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes.'"Tiago4:6.

FLASH: "O Mestre divino passou por alto os grandes homens da Terra, os titulares e ricos, que estavam acostumados a rece­ber louvor e homenagem como dirigen­tes do povo. Eram tão orgulhosos e con­fiantes em si próprios, na sua alardeada superioridade, que não poderiam ser levados a simpatizar com os semelhan­tes e tornar-se colaboradores do humil­de Homem de Nazaré. [...] Os principais reformadores foram homens de vida hu­milde, homens que, em seu tempo, eram os mais livres do orgulho de classe e da influência do fanatismo e astúcia dos pa­dres. É plano de Deus empregar humil­des instrumentos para atingir grandes resultados."- O Grande Conflito, p. 171.


ESTUDANDO A HISTÓRIA: "País assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: 'Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do con-trito.'"lsaías57:15.
"Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei corn a Minha mão direita vitoriosa. "lsaías 41:10. "Mas Ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escri­tura: 'Deus Se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos hurnildes'" Tiago 4:6.

VOCÊ SABIA?: Ulrico Zwínglio gostava de música e tocava muitos instru­mentos, incluindo violino, har­pa, flauta transversal, citara e cometa. Ele entrelinha as crian­ças em sua congregação com seu alaúde e era tão bem co­nhecido por suas músicas que seus inimigos zombavam dele, chamando-o de "o evangéli­co tocador de alaúde e pífaro". Apesar de os hinos de Zwínglio não terem sido designados para ser usados no serviço de louvor e adoração, eles foram publi­cados em alguns hinários do século 16.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

UNIVERSO ADOLESCENTE - DROGAS

Universo Adolescente é a mais nova série de estudos do nosso BLOG, nele semanalmente todas as Terças-feiras iremos postar vídeos que falam sobre os assuntos do universo que nos adolescentes vivemos. Iremos falar de drogas, sexo, dinheiro e muitos outros assuntos que estão conosco em nosso dia-a-dia.
Você adolescente pode estudar sozinho essa série, mas o objetivo é integrar os professores nessa atividade, queremos que você professor assista essa série, estude ela e passe para seus alunos, seja na escola sabatina ou em um pequeno grupo, se ainda não possuem pequeno grupo essa é uma boa oportunidade para começar um. Debata todos os assuntos com seus alunos, transforme essa série em um momento de conversa para criar uma linha de dialogo.
Esses vídeos de estudo são produzidos pela TV Novo Tempo através do programa “Conectados” que é voltado aos adolescentes, mas ele só passa em canal fechado através da TV acabo e não é acessível a todos. Bom estudo para você.

Nosso Facebook: Clique Aqui

sexta-feira, 18 de julho de 2014

LIÇÃO 4: FÉ NOTÁVEL

VERSO BÍBLICO: "Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça que do princípio ao fim é pela fé, como está escrito: 'O justo viverá pela fé.'" Romanos 1:17.

FLASH: "O temor do Senhor habitava no co­ração de Lutero, habilitando-o a manter sua firmeza de propósito e levando-o a profunda humildade perante Deus. Ele tinha uma constante intuição de sua dependência do auxílio divino, e não deixava de iniciar cada dia com oração, enquanto o íntimo estava continuamen­te a respirar uma súplica de guia e apoio. 'Orar bem', dizia ele muitas vezes, 'é a melhor metade do estudo.'" O Grande Conflito, p. 122.


ESTUDANDO A HISTÓRIA: "Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas Eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia. Lembrem-se das palavras que Eu lhes disse: Nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se Me perseguiram, tam­bém perseguirão vocês. Se obedeceram à Minha palavra, também obedecerão à de vocês."
"Não me envergonho do evangelho, porque é o po­der de Deus para a salvação de todo aquele que crê; pri­meiro do judeu, depois do grego. Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça quedo princípio ao fim é pela fé, como está escrito: 'O justo viverá pela fé'" "Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da Lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que creem. Não há distinção, pois to­dos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sen­do justificados gratuitamente por Sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Deus O ofereceu corno sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo Seu san­gue, demonstrando a Sua justiça. Em Sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a Sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.
"Onde está, então, o motivo de vangloria? É excluído. Baseado em que princípio? No da obediência à Lei? Não, mas no principio da fé. Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à Lei. Deus é Deus apenas dos judeus? Ele não é também o Deus dos gentios? Sim, dos gentios também, visto que existe um só Deus, que pela fé justificará os circuncisos e os incircuncisos. Anulamos então a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Ao contrário, confirmamos a Lei." João 15:19-20; Romanos 1:16,17; 3:21-31.


VOCÊ SABIA?: Quando Martinho Lutero se casou, nem ele nem sua noiva, Katherine von Bora, estavam "apaixonados". Kathe­rine estava saindo de um noivado rompido com um homem a quem ela realmente amava. Martinho admitiu: "Eu não estou 'apaixona­do' ou ardendo de desejo." Ainda assim o amor de um pelo outro e por outros floresceu através dos seus 20 anos de casamento.
Com frequência, eles abri­gavam tantas pessoas doentes em estado terminal que a casa deles precisou ficar sob quaren­tena após o término da praga de 1527. Até mesmo na noite de seu casamento, Lutero não deixou de ajudar uma pessoa necessi­tada. Às 11 da noite, após todos os convidados terem se retirado, o reformador radicalista Andreas Karlstadt bateu à sua porta. Karlstadt tinha abandonado a cidade porque Lutero se opôs furiosa­mente a ele. Mas agora, quando Karlstadt tinha fugido da Guerra dos Camponeses e precisou de abrigo, Lutero o acolheu.